Como a Violência Doméstica afeta a vítima

Um crime pode afetar-nos de modo diferente e as pessoas não reagem todas da mesma forma numa situação de crime.

A maioria das pessoas após serem vítimas de um crime, podem sentir-se muito confusas e vulneráveis. Reações como pânico geral, o pânico de morrer, a impressão de estar a viver um pesadelo, a desorientação geral, o sentimento de solidão e o estado de choque, são reações comuns e normais nas vítimas de crime.
Por outro lado, as consequências posteriores também podem ser diversificadas. Embora com variações, todas as vítimas se sentem perturbadas quando são alvo de um ato violento.

Contudo, quanto mais violento o crime, maior será o estado de afetação geral da vítima. Existem geralmente, um conjunto de consequências de carácter psicológico, físico e social que se manifestam após a vitimação. Todavia, a vítima não é, geralmente, a única pessoa em sofrimento. As testemunhas desta vitimação podem ser também afetadas. Também os familiares e amigos da vítima, ainda que não necessariamente testemunhas do crime, podem sofrer as consequências do mesmo.


CONSEQUÊNCIAS FÍSICAS


Os efeitos físicos incluem não apenas os resultados diretos das agressões sofridas pela vítima (fraturas, hematomas, etc.), mas também respostas do nosso corpo ao stress a que foi sujeito.
No entanto, estas reações não aparecem todas ao mesmo tempo e a sua intensidade poderá variar de pessoa para pessoa.

Alguns exemplos poderão ser:
perda de energia;
dores musculares;
dores de cabeça e/ou enxaquecas;
distúrbios ao nível da menstruação;
arrepios e/ou afrontamentos;
problemas digestivos;
tensão arterial alta.


CONSEQUÊNCIAS PSICOLÓGICAS


A diversidade e intensidade dos efeitos psicológicos podem levar as pessoas a considerarem a possibilidade de estarem a ficar loucas ou a perder o seu equilíbrio psíquico. Todavia, estas são reações normais perante acontecimentos de vida, esses sim, anormais.


Algumas das consequências psicológicas da vitimação poderão ser:


dificuldades de concentração;
dificuldades em dormir;
pesadelos;
dificuldades de memória;
dificuldades em tomar decisões;
tristeza;
desconfiança face aos outros;
diminuição da autoconfiança.

https://apav.pt/vd/index.php/widgetkit/como-a-violencia-o-afecta